A solenidade que oficializou a parceria realizou-se às 14h, no Núcleo de Telemedicina e Telessaúde da SES, na rua Esteves Júnior, 390 – Centro, em Florianópolis. O evento contou com a presença do Secretário de Estado da Saúde, Roberto Hess de Souza, e do vice-reitor da UFSC, Carlos Alberto Justo da Silva.

Entre os benefícios garantidos pelo Sistema Catarinense Integrado de Telemedicina e Telessaúde (STT) estão a divulgação de laudos à distância de diversas modalidades, acesso dos pacientes aos seus exames pela internet, palestras temáticas virtuais a profissionais de saúde, segunda opinião formativa a profissionais da Atenção Básica e também capacitação continuada. “É uma iniciativa inédita no país, pois em nenhum outro Estado a Central de Telemedicina, que utiliza recursos estaduais, está integrada à Rede Universitária de Telemedicina, que é mantida com recursos federais. Esse trabalho conjunto facilita o trabalho dos profissionais e gera muito mais benefícios aos pacientes”, avalia o Secretário Hess de Souza, que recentemente participou, na Tailândia, do 1º Fórum Global de Estratégias Médicas.

“A experiência em Bangcoc foi muito motivadora, pois observamos que todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde já são amplamente contempladas em nosso projeto de Telemedicina, como o desenvolvimento das ferramentas em software livre e a segurança centrada nos direitos do paciente”, explicou o secretário. Na ocasião, a Organização Mundial de Saúde se responsabilizou pela tradução, do português para inglês, do conteúdo em DVD desenvolvido pela SES, pelo Laboratório Telemed do HU e Projeto Cyclops, do Departamento de Informática e Estatística (INE-UFSC), pois foi acima da expectativa a demanda pelo material.

Até o fim do ano, a Telemedicina estará disponível em todos os municípios catarinenses. Atualmente, 200 cidades já são beneficiadas pela rede de laudos à distância, que permite que os exames sejam realizados nas próprias cidades onde o paciente reside e enviados, via internet, para a Central do Projeto, em Florianópolis. No mesmo dia em que o exame é realizado um especialista prepara o laudo e em seguida ele é encaminhado à cidade de origem, evitando que o paciente precise se deslocar até a Capital ou outro centro de referência em Alta Complexidade.

Na cerimônia realizada na quarta-feira, inclusive, a autoridade convidada, Ana Estela Haddad, Diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, participou do evento por videoconferência. Em Florianópolis, estava presente o Coordenador das Ações Estratégicas de Nível Superior da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Sigisfredo Brenelli. Também participaram da solenidade o diretor-geral do Hospital Universitário, Felipe Felício, e o coordenador de Telemedicina e Telessaúde em Santa Catarina, Aldo Von Wangenheim.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina